segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Israel confirma que atentados mataram sete pessoas e feriram 40

A Embaixada de Israel confirmou no dia 18 que sete pessoas morreram e 40 foram feridas em uma série de atentados ocorridos na fronteira entre os territórios israelense e egípcio. Para o governo de Israel, são ataques terroristas ligados ao fundamentalismo islâmico. “Israel se pronuncia contra este ataque inaceitável à sua soberania e está disposto a responder a esta situação para defender seus cidadãos”, diz o comunicado da embaixada.

Homens armados atacaram um ônibus com civis israelenses que viajavam para o Sul do país por volta do meio-dia, em seguida houve disparos de mísseis contra veículos que estavam em uma estrada e a explosão de uma bomba no local onde havia uma patrulha militar.

Em comunicado, as Forças de Defesa de Israel informaram que os ataques foram feitos por um "grupo terrorista infiltrado em Israel". Autoridades israelenses disseram que o primeiro ataque teve como alvo um ônibus, que levava passageiros da cidade de Beersheba até Eilat, um balneário, no Extremo Sul do país. O ônibus transportava turistas e alguns soldados.

Após a emboscada, o motorista do ônibus continuou dirigindo até uma base militar próxima, onde os feridos receberam tratamento de emergência antes de serem enviados de helicóptero para um hospital em Eilat

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!