terça-feira, 6 de setembro de 2011

Baleias atraem turistas à Bahia

 A temporada das baleias Jubarte chegou no sul da Bahia!

Elas  costumam procurar essa região do Brasil para o nascimento de seus filhotes e para aproveitar as águas tranquilas e mornas do litoral baiano. Nada mais justo para as mães, que depois de ficar quatro meses na Antártica se alimentando de pequenos camarões chamados de krill, viajam dois meses sem comer para chegar à costa brasileira.

O mês de setembro, particularmente, é ponto alto da temporada das baleias Jubarte no litoral Sul da Bahia. Vem turistas de toda a parte do País para fazer passeios de barco e apreciar esses mamíferos de perto.

As Jubarte têm em media 16 metros de comprimento e pesam cerca de 30 toneladas. Elas também são conhecidas como baleias cantoras por causa do som que emitem quando estão na água.
“O namoro é feito aqui, a copula. A fêmea engravida, viaja para se alimentar e depois volta para ter o filhotinho, o que mostra que essa é uma área importante para as mães terem seus filhotes, amamentarem”, explica a bióloga marinha Thais Melo.
O mestre da embarcação é quase sempre o primeiro a avistar os animais. Mesmo fazendo essa atividade há mais de oito anos, o capitão Hélio Pereira confessou que cada passeio é diferente. “Surpreende a gente. A gente já viu baleia abrindo a boca, já chegou baleia na boca da embarcação, levantou quase encostando a cabeça no barco”, conta.
 
Se em Porto Seguro tudo é alegria e observação, o mesmo não pode ser dito sobre o risco que paira sobre Abrolhos, área de preservação marinha também localizada na Bahia, usada por baleias para se reproduzir.  

Ontem pela manhã, no Rio de Janeiro, 30 ativistas do Greenpeace promoveram um protesto contra a Perenco, empresa franco-britânica de exploração de petróleo e gás. Segundo a ONG, ela já é dona de duas áreas que estão sendo preparadas para esse tipo de exploração próxima à reserva marinha.
O Greenpeace pediu à Perenco que adie por 20 anos a exploração mineral em uma parte dessa área para proteger as baleias. Isso foi em julho. Como até o momento a petrolífera não havia dado uma resposta, os ativistas foram ao prédio da empresa, que funciona em uma torre comercial ao lado do Shopping Rio Sul, em Botafogo, zona Sul da cidade.

Lá, fizeram a encenação no saguão: a simulação de um combate entre executivos e baleias. Os primeiros borrifaram "petróleo" (na verdade água com tinta preta) nas "baleias", que "morreram". A performance chamou a atenção das pessoas que transitavam pela área, mas os ativistas não conseguiram ser recebidos por funcionários da Perenco. O G1 entrou em contato com a empresa, que não se pronunciou sobre o assunto.  

Fonte: http://eptv.globo.com/terradagente/NOT,0,0,366345,Baleias+Jubarte+temporada+reproducao+turistas+Bahia.aspx 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!