quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Lençóis Maranhenses-MA: Passeios

ATRAÇÕES:

Chegou a melhor parte: as atrações!
Aconselho não fazer mais de um passeio por dia, pois cada um deles exige um certo condicionamento físico. Leve água e algum lanchinho, pois nada é vendido nas lagoas.

1) LAGOA AZUL:

Primeiramente, destaco a Lagoa Azul, que faz jus ao nome! Foi meu primeiro passeio e contato com o imenso deserto. Então, a emoção foi maior ainda! Contratei o veículo privativo na Tropical Adventure, em Toyota 4x4, assessorado por um motorista e um guia, que me buscaram no hotel.
Após uma travessia de balsa pelo rio Preguiças, o caminho da direita leva até a lagoa em 40 minutos.


   Travessia de balsa

Para se ter uma idéia dos 40 minutos de percurso até chegar à lagoa, assista o vídeo: pura aventura!

Vídeo

Jardineira à frente



Ao chegar, a primeira vista é de uma imensa duna de areias branquinhas...



Suba até ir ao encontro do paraíso!




2) LAGOA BONITA:

Mais cansativo que o passeio da Lagoa Azul, este demanda mais esforço e mais tempo. Novamente atravessamos o Rio Preguiças. Dessa vez, o passeio foi feito em jardineira. Sacoleja, atola, sacoleja, atola....durante quase uma hora e meia de muito sol e calor! Ufa! Chegamos ao ponto de partida! Agora é só subir uma duna de 40 metros por meio de uma corda. Pensou que é fácil? A areia fofa faz seus pés afundarem...consequência: mais esforço!



Pensa que acabou? Mais uma duna!



Quer saber a recompensa? Sem palavras!




3) PASSEIO DE BARCO PELO RIO PREGUIÇAS


Pela manhã, na marina do hotel Gran Solare, os guias esperavam pelos hóspedes para o passeio pelo Rio Preguiças. A voadeira, um barco de alumínio que comporta uma média de 10 pessoas, partiu em direção a Vassouras. Stop para alimentar os miquinhos, conhecer os pequenos lençóis, através de uma corda que auxilia na subida da duna, e matar a sede com uma boa água de coco. 


Dica: tente ser um dos primeiros a entrar no barco para ficar sob o toldo e não pegar aquele sol escaldante! O passeio é longo, incicia-se pela manhã e termina no fim da tarde. Não esqueça os óculos, chapéu e protetor solar.




Águas e dunas escuras dos pequenos lençóis. Depois que você conhece a Lagoa Azul ou a Lagoa Bonita dos grandes lençóis, não tem graça...


2ª parada: Mandacaru, uma comunidade muito simples, localizada dentro do Parque Nacional dos Lençóis. O ponto de interesse é o farol de Mandacaru (35 metros de altura). Logo na porta de entrada, uma simpática criança, com o intuito de receber alguns trocados,  nos recebeu cantando: "Mandacaru quando fulora na seca é o sinal que a chuva chega no sertão. Toda menina quando enjoa da boneca é sinal que o amor já chegou no coração..."!
Foram 160 degraus até chegar ao topo para avistar o Rio Preguiças e o mar, logo atrás.





3ª parada: Praia de Caburé. Uma faixa de areia divide o rio preguiças e o mar (foto acima). Pausa para almoço em um restaurante local, em frente ao rio. Não me simpatizei muito com a aparência dos pratos e decidi por não fazer a refeição, mas apenas comer um tira-gosto, que, aliás, não me fez muito bem. Descanse um pouco nas redes coloridas, tome uma ducha e rume à praia, que fica a 200 metros atrás do restaurante.


Finalizando o passeio, uma quarta opção, paga à parte em outro barco, seria o encontro do rio com o oceano, próximo ao povoado de Atins. Como não estava me sentindo muito bem, decidi por finalizar o passeio ali mesmo, em Caburé, e retornar ao hotel, como fez grande parte do grupo. Foram 40 km percorridos até a chegada, em Barreirinhas.

4) PASSEIO ATÉ ATINS: 

Não tive a oportunidade de fazer, mas vou contar um pouquinho. Partindo de Caburé, caso queira esticar em Atins, é possível contratar o passeio à parte. Se preferir, você pode fazê-lo outro dia por terra em veículo 4x4. De Atins, a caminhada de 45 minutos (ou para quem quiser fretar um carro) tem um motivo: o famoso churrasco de camarão do Restaurante da Luzia, situado no Canto do Atins. Pescadas ali mesmo, as delícias são assadas na brasa.

5) PASSEIO DE QUADRICICLO:

Desde agosto de 2010, os quadriciclos foram proibidos de percorrer o Parque dos Lençóis. Mas de qualquer forma, caso esta decisão seja revertida, deixo aqui o roteiro do passeio. Partindo de Barreirinhas, depois da travessia em balsa que dá  acesso ao parque dos lençóis, os turistas percorrem uma trilha de 10 km, até  chegarem às dunas, de onde avistam uma infinidade de lagoas. Logo após, percorre-se a beira da praia até chegar ao povoado de Atins, na foz do rio Preguiças. Pausa para almoçar. Depois do descanso, a aventura continua cruzando os lençóis em direção a Barreirinhas.

6) BÓIA CROSS PELO RIO CARDOSA

Saída de Barreirinhas em veículo 4X4 com guia. Percorre-se 25 km em direção ao rio Cardosa, de águas calmas e cristalinas, onde a descida é feita em bóias infláveis.

7) VOO DE MONOMOTOR

São 30 minutos de pura emoção sobrevoando os lençóis! Durante o passeio, você descobrirá que a semelhança com lençóis estendidos ao vento motivou o nome dado a essa beleza natural!
Informações pela Guará Ecoturismo e Aventura: (98) 9154-5400.


8) LAGOA DA GAIVOTA

A Lagoa da Gaivota é a maior lagoa da região. Para chegar até ela, sugiro que você dê uma esticada na cidade de Santo Amaro do Maranhão. Menor que Barreirinhas, menos conhecida e menos agitada, a cidade é considerada a porta dos fundos para os Lençóis. É uma opção mais simples e alternativa. Para maiores informações, brevemente postarei comentários.

                                                                                                    
                                                                                                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!