quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O melhor de Maceió: Hospedagem e Atrações


Olá queridos! O dia de hoje será inaugurado com um roteiro especial sobre a capital alagoana! Maceió,  de mar verde-água, tem gente bonita, preços acessíveis e ótimas opções gastronômicas!     

Os bairros de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, em especial este último, destacam-se nos quesitos hospedagem, localização e alimentação.

QUANDO IR:

Evite a cidade nos meses de maio e junho, quando a intensidade de chuvas é forte.

O mar fica ainda mais claro, com aquela cor de encher os olhos, nos últimos e nos primeiros meses do ano.

COMO CHEGAR:

Além dos voos domésticos e internacionais, a cidade está preparando-se para receber 100.000 cruzeiristas na temporada 2011/2012. Os navios, partindo de Santos ou Rio de Janeiro, chegarão a todo vapor!

Maceió pertence ao estado do Alagoas, localizado na região Nordeste do Brasil. Para quem for de carro, o acesso é pela BR-101, até Messias, e BR-104 para quem parte do próprio Nordeste, Sudeste e Sul.

Distância de Salvador: 632 Km
Distância do Rio de Janeiro: 2171 Km
Distãncia de São Paulo: 2453 Km


ONDE SE HOSPEDAR:

Ritz Lagoa da Anta: O melhor hotel de Maceió fica à beira-mar, logo após a praia de Jatiúca. Diárias a partir de R$ 560,00 em Janeiro de 2012. Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 546, Praia de Cruz das Almas. Telefone: (82) 21214000.

Jatiúca Resort e Jatiúca Resort Flat: O belo complexo de 62 mil metros quadrados tem ótima localização, no final da praia de Jatiúca e perto do Ritz Lagoa da Anta. O Jatiúca Resort possui 96 apartamentos de frente para a piscina ou para o jardim. Já o Jatiúca Resort Flat possui 82 suítes com vista para o mar. Rua Dr. Mário Nunes Vieira, 220, Mangabeiras. Telefone para reservas: 0800-704-1215.

Radisson Blue: Ainda cheirando a novo, o hotel foi inaugurado em 2009. TV de LCD e ar condicionado silencioso fazem parte dos quartos. Localiza-se na praia de Pajuçara, na Av. Dr. Antônio Gouveia, 925. Telefones: (82) 3202-4900 e para reservas 0800-55-5855.

Brisa Tower: Conta com 108 apartamentos, todos de frente para o mar e equipados com ar silencioso e TV de LCD. A cada 3 andares a decoração é diferenciada. Av. Álvaro Otacílio, 4201, Praia de Jatiúca. Telefone: (82) 2122-4000.

Maceió Atlantic Suítes: Todas as cinco modalidades de apartamentos possuem vista para o mar. O hotel conta com 2 apartamentos duplex no último andar, com piscina privativa. Av Álvaro Otacílio, 4065, Praia de Jatiúca. Telefone: (82) 2121-5656.

San Marino Suíte: Todas as suítes possuem quarto e sala conjugados e TV de LCD com sistema giratório que permite ao hóspede assistir no ambiente desejado. R. Dr. Noel Nutels, 437, Praia de Ponta Verde. Telefone: (82) 2121-9000.

Ritz Coralli: Com um ar contemporâneo, o hotel possui 62 apartamentos, todos equipados com ar silencioso e TV de LCD. Rua Engenheiro Mário Gusmão, 126, Praia de Ponta Verde. Telefone: (82) 3177-6400.

Hotel Ponta Verde: Localizado à beira-mar, todos os seus 203 apartamentos foram reformados. Av. Álvaro Otacílio, 2933, Praia de Ponta Verde. Telefone: (82) 2121-0040.

Maceió Mar Hotel: Foi onde me hospedei. À beira-mar e com elevador panorâmico, o hotel está sendo ampliado. A previsão do término é para este mês de outubro. Os apartamentos de frente para o mar são mais antigos. Já os demais, onde me hospedei, são novos e mais luxuosos. O café da manhã é bom e variado. Av. Álvaro Otacílio, 2991, Praia de Ponta Verde. Telefone: (82) 2122-8000.

Em frente ao hotel Maceió Mar- Praia de Ponta Verde

PASSEIOS:

As praias situadas dentro da cidade, como Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, não são muito próprias para banho, mas uma dica valiosíssima é entrar no site do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas e conferir a balneabilidade de cada uma. Toda semana, há coleta da água e o resultado sobre sua salinidade, ph e índice de coliformes fecais, concluindo se a praia é própria ou não para banho.

Bom, vocês já devem ter percebido que não gosto de ficar presa a excursões. As nossas rotinas já nos tornam escravos de horários e, por isso, nas minhas viagens faço questão de fugir disso.

Para mim, a melhor forma de conhecer Maceió e seus arredores é alugando um carro. Grandes locadoras você encontra na cidade, mas não custa nada consultar seu hotel para saber das tarifas de locadoras regionais.

1) PRAIA DO FRANCÊS:

Não sei se o mar não estava para peixe, o certo é que não gostei da Praia do Francês. Alguns podem até achar que estou falando besteira, mas o que vi não foi a mesma imagem das fotos de revista e internet. Apesar da beleza, o que não a torna única, devido à grande variedade de praias ao redor de Maceió, minha impressão foi a de má conservação e excesso de gente. Além disso, há muitos quiosques e vendedores ambulantes. Localização: litoral sul, a 21 km de Maceió e no caminho para a Praia do Gunga.



2) BARRA DE SÃO MIGUEL

Depois do Francês, a próxima parada é na Praia de São Miguel, a 33 km de Maceió, que fica ainda mais bonita na maré baixa, quando os recifes aparecem, fomando piscinas naturais. A praia é limpa e menos agitada que a do Francês, mas não posso dizer que você encontrará uma boa barraca de praia para ficar.

Partindo de lá, através de jangada motorizada, pode-se fazer a travessia para a praia do Gunga.


A praia recebeu, em 2010, uma novidade no setor hoteleiro: o Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort, um luxuoso hotel, vencedor do prêmio 2011 Guia 4 Rodas como novidade do ano. Das 23 acomodações, umas possuem ofurô na varanda e outras piscina aquecida de borda infinita para o mar. Diárias a partir de R$ 1410,00 casal em alta temporada. Sinta só o gostinho de hospedar-se por lá...

kenoaresort.com

3) PRAIA DO GUNGA:

Caso não queira chegar à Praia do Gunga através da jangada que parte da Praia de São Miguel, volte para a estrada até a entrada do Gunga, pague uma pequena quantia e siga até o estacionamento próprio.

Caminhe alguns passos e...


Acho que não preciso dizer mais nada....



4) MIRANTE DO COCO:

Saindo do Gunga, a poucos metros, a parada é obrigatória. Apenas suba alguns degraus...



O mirante de uma fazenda do cocos tem uma vista incrível! É uma infinidade de lindos coqueiros que avançam em direção ao mar da Praia do Gunga.

5) DUNAS DE MARAPÉ:

Partindo do mirante do coco, na mesma estrada, por mais 30 km, aproximadamente, o turista chega às Dunas de Marapé (60 km de Maceió). Situada no povoado de Duas Barras, de dunas não tem nada, somente o nome. Para ter acesso ao complexo ecológico, um barquinho faz a travessia do Rio Jequiá até chegar em um simples restaurante. Para quem chega mais cedo, o valor da travessia inclui almoço. Quanto à comida, não  experimentei. Cheguei quase no fim da tarde e paguei somente a travessia.

Durante a travessia, o visual é lindo e você terá a oportunidade de ver o encontro do rio com o mar. Você pode, também, contratar um passeio de bugue pelas redondezas. Peça ao bugueiro que leve você até as falésias e mostre como faz as tintas de areia colorida.




ATENÇÃO: Como a estrada é a mesma da Praia do Francês, Praia de São Miguel, Gunga, mirante do coco e Dunas de Marapé, fiz tudo em um dia inteiro. Mas é muito corrido e cansativo. Não vale a pena! Separe um dia somente para as Dunas de Marapé. Para os demais, um dia inteiro é suficiente.

6) PRAIA DE IPIOCA:

A melhor praia dos arredores de Maceió é Ipioca. Limpa, linda e sem muita gente, o atrativo localiza-se dentro do condomínio Angra de Ipioca. O ponto de apoio é o restaurante Hibiscus, que cobra consumação mínima. Sofás, decks, redes, pufs e tenda de massagem compõem o cenário.

Recentemente, o restaurante vem sendo muito criticado devido ao grande movimento em alta temporada. Consequentemente o atendimento e a organização ficam comprometidos, como acontece em grande parte dos locais que recebem turistas em massa.


Como chegar: a praia fica no litoral norte do estado (AL 101 Norte), a 25 minutos, aproximadamente, de Maceió.


Como fui em época de pouquíssimo movimento, o atendimento não deixou a desejar. Uma dica de drink é a caipifruta bem casado, que combina graviola, cajá, leite condensado e vodca Absolut. O horário de funcionamento é de 09:00 às 17:00 hs.

Peixe com camarões e batatas. Nada de especial no sabor.



7) PISCINAS NATURAIS DE PAJUÇARA:

Dizem que são lindas, mas não fui por opção. Como já conheço Maragoggi, achei que as piscinas de Pajuçara ficariam sem graça.

Para quem não conhece Maragoggi ou já conhece, mas faz questão de ir atá as piscinas, é da orla de Pajuçara que partem as jangadas para lá. Percurso: 2 km. Duração do passeio: 1 hora.

Atenção: o passeio vale a pena somente na maré baixa.

8) PRAIAS DE PAJUÇARA, PONTA VERDE E JATIÚCA:

Apesar de não serem apropriadas para banho, dependendo do resultado sobre a balneabilidade, essas três agradáveis praias, de mar verde-água e tons turquesa, compõem a bonita e principal orla da cidade. Entre coqueiros e alguns quiosques, dá para ir caminhando de uma até a outra.





9) DELTA DO RIO SÃO FRANCISCO:

Não fiz o passeio, pois, além de cansativo, demanda o dia inteiro. Mas li muitos relatos que diziam ser uma experiência imperdível.

O passeio é feito de barco, partindo do vilarejo de Piaçabuçu, a 130 quilômetros de Maceió, quase na divisa com Sergipe, o que o torna possível de ser realizado partindo também de Aracajú. 

A cidade, com 18 mil habitantes e um pouco descuidada, serviu de cenário para o filme Deus é Brasileiro.

Ao chegar no encontro do rio com o mar, as embarcações ficam ancoradas durante o tempo de uma hora, estabelecido pelo Ibama. Aproveite para caminhar pelas dunas, nadar nas lagoas e apreciar a paisagem.

10) FEIRINHA DE ARTESANATO:

Por fim, para quem gosta de fazer umas comprinhas e não dispensa o artesanato local, a feira de artesanato, localizada em Pajuçara, é uma boa opção. Comprei uma linda toalha rendada para minha avó! Endereço: Av. Doutor Antônio Gouveia, 68.

Bom passeio!

A seguir, postarei sobre a gastronomia da capital alagoana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!