terça-feira, 8 de maio de 2012

Friozinho em Campos do Jordão: como chegar e onde se hospedar

Pode até parecer repetitivo, mas Campos do Jordão é realmente um pedacinho da Suíça no Brasil. Além de ser aconchegante, possui inúmeros hotéis e pousadas de categorias variáveis, bem como uma gastronomia sofisticada e muitos detalhes arquitetônicos. Da rua mais badalada, Dr. Djalma Forjas, sentada na cervejaria Baden Baden, observava o vai e vem de um público diferenciado. 

Sou suspeita para falar, pois adoro essa cidade. Já passei por dois festivais e não me cansaria de voltar mais vezes. Procurei loucamente as fotos da minha primeira passagem por lá, mas infelizmente perdi o cd. 

O Festival de Inverno é a época mais disputada pelos amantes do chocolate quente, da cerveja local Baden Baden e de uma vasta e interessante programação. Grandes marcas de diversos segmentos procuram divulgar seus produtos para um público seleto, distribuindo brindes e promovendo atrações. Com tudo isso, o frio torna-se prazeroso.

Bom, a exuberante natureza da região, traduzida em matas, mirantes, parques e flores, bem como a iluminação são pontos que chamam atenção e torna Campos do Jordão ainda mais bonita, seja dia ou noite.

Pórtico de Campos do Jordão. 

Melhor época para ir:

Apesar de junho e julho serem a época mais disputada, a cidade pode ser visitada o ano inteiro, pois o turismo é desenvolvido também na baixa temporada. Ao longo do ano há eventos como as Festas da Cerejeira, do Pinhão, Hortênsia, o Natal na Montanha, Festival Gastronômico e a Quinzena da Aventura. Ademais, recebe espetáculos musicais e culturais nos feriados e finais de semanas de fevereiro a junho e de setembro a novembro. 

Como Chegar:

O aeroporto mais próximo é o de São José dos Campos, a 83 km de Campos do Jordão. A Azul Linhas Aéreas tem voos diretos.

Partindo de São José, a opção é alugar um carro ou ir de ônibus pela empresa Pássaro Marrom.




Partindo de São Paulo, a distância é de 181 km, aproximadamente. Para quem chega de avião e quiser ir de ônibus até Campos do Jordão, os veículos da Pássaro Marrom partem dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos e levam o passageiro até a Rodoviária Tietê, de onde seguem para o destino final. Caso queira alugar um carro, as principais rodovias de acesso para chegar em Campos do Jordão são Ayrton Senna e Gov. Carvalho Pinto.


A distância de Belo Horizonte até Campos do Jordão é de 479 km, pela BR 381 (Fernão Dias), sentido sul de Minas. Partindo do Rio de Janeiro, são 333 km, com acesso pela Rodovia Pres. Dutra.

Hospedagem:

A Vila Capivari é a melhor região para se hospedar, pois é ali que se concentra o movimento. Lojas, restaurantes e cafés apresentam-se em grande variedade. Mas a cidade não é grande ao ponto de você ficar muito distante. Há regiões que proporcionam uma linda vista e trazem mais tranquilidade aos hóspedes que buscam sossego, como Jardim Embaixador, Alto da Boa Vista e Vila Evereste.

Apesar de Campos do Jordão possuir mais de nove mil leitos distribuídos entre hotéis e pousadas, para reservas no Festival de Inverno, faça com bastante antecedência.

Os hotéis Blue Montain, Grande Hotel Campos do Jordão e Frontenac estão no topo dos melhores. Oferecem ótima infraestrutura e são ideais para famílias, mas o charme e o aconchego das pousadas são mais que atrativos.

Blue Montain Hotel e Spa: Além de uma vista incrível, possui também apartamentos duplex, ideais para grupos ou famílias, com três suítes, duas salas e banheiro com hidromassagem. A piscina coberta, aquecida e iluminada é um convite ao relaxamento. Rua Dr. José Mestres 2145, Jardim do Embaixador. Telefone: (12) 3669-5200. 

Grande Hotel Campos do Jordão: A construção é da década de 40. Alguns dos atrativos são trilhas, cascata, mirante, quadra de squash e tennis, heliponto, piscina térmica. A gastronomia reina por aqui, materializada em três restaurantes e uma pizzaria. Araucária e Arte da Pizza são os estrelados. Av. Frei Orestes Girardi, 3549, Vila Capivari. Reservas no 0800 7700 790.

Frontenac: As cinco categorias de acomodações estão distribuídas em 47 unidades. O hotel possui uma videoteca com mais de 1500 títulos que podem ser alugados pelos hóspedes. O restaurante de cozinha internacional Charpentier é um convite à boa gastronomia. Av. Dr Paulo Ribas, 295, Capivari. Telefone: (12) 3669-1000.

Chateau La Vilette: Distante 3 km do centro de Campos do Jordão, o Chateau foi construído a 1700 metros de altitude e inicialmente. O restaurante local Le Foyer, de cozinha franco-suíca, serve um dos melhores fondues da cidade. Rua Cantídio Pereira de Castro, 100, Vila Evereste. Telefone: (12) 3663-1444.

Canadá Lodge: Com arquitetura e designe canadense, a pousada localiza-se a quatro quarteirões do badalado centro de Capivari. O café da manhã é até o meio dia e todos os apartamentos, além do básico, possuem piso aquecido no banheiro, calefação, Tv a cabo e DVD com mais de 300 títulos de cortesia. Já os apartamentos premium possuem mimos a mais, como varanda, TVs de LCD 42 polegadas, massageador e roupão. Rua Plínio de Godoy, 403, Vila Capivari. Telefone: (12) 3663-1677.

Design de Charme Vila Natal: Imaginem que, além do café da manhã servido até o meio dia, a pousada oferece amenities (kit para banho) Bvlgari. Um luxo, não é mesmo? Localização a 4,5 km do centro, na rua Serafim Capela, 390, Vila Natal. Telefone: (12) 3664-4524.

Pousada da Pedra: Um pouco mais afastada, é ideal para casais que buscam tranquilidade. Além dos 16 confortáveis apartamentos, há mais 9 com lareira. Na alta temporada, a pousada tem serviço de traslado até o Capivari. Rua Alecrim, 55A, Jardim Embaixador. Tel: (12) 3663-6262.

Pousada Annecy: Os quartos possuem decoração aconchegante, e alguns possuem lareira e hidromassagem. Localizada a 400 metros, na rua Dr. Paulo Ribas, 599. Telefone: (12) 3663-3617. 

Saha Campos do Jordão: Ao mesmo tempo que você tem contato com a natureza, pode ir à pé ao centro da cidade. Rua Senador João Sampaio, 291, Vila Capivari. Telefone: (12) 3663-2433.

La Toscana: Localizada a 600 metros do centrinho. Café da manhã servido até 12:00 hs. Av. Francisco Romeiro, 270, Capivari. Telefone: (12) 3663-6650/6468.

Castelo Hanisch: Av. Senador Roberto Simonsen, 1881, Vila Capivari. Telefone: (12) 3663-8452.

Confraria da Terra: Próxima ao centro de Capivari, a pousada oferece poucas suítes, trazendo mais tranquilidade. Av. Manoel Augusto Esteves, 935. Telefone: (12) 3663-4646.

Parque das Flores: Foi onde me hospedei. Apesar de ser um pouco distante do centro (3,5 km), o local é tranquilo. Os 29 quartos são bons e agradáveis, com decoração mais clean. Interessante é que os banheiros possuem piso aquecido. Av. Ademar de Barros, 715, Abernéssia. Telefone: (12) 3664-6388.

Alto do Ouro: Localização privilegiada, no Capivari. Av. Washington Luiz, 190, Vila Capivari. Telefone: (12) 3663-8173.

Pousada Chablis: Av. Frei Orestes Girardi, 2659, prédio 2, Jaguaribe. Telefone: (12) 3662-1055.

As casas para alugar são interessantes para quem quiser ir a Campos do Jordão com a família, mas tenha cuidado. Escolha aquelas que possuem aquecimento, principalmente nos quartos, pois, dependendo da época, o frio é intenso. 

Acesse aqui para gastronomia ou aqui para atrações.

B.Jus


4 comentários:

  1. GRAMADO TEM UM TURISMO TEMÁTICO QUE AGREGA VALOR ,OU SEJA,UM MARKETING AO ESTILO ORLANDO E POR ISSO LEVA MUITA GENTE A VISITÁ-LA DE TODA PARTE DO PAÍS…SÃO DUAS CIDADES TOTALMENTE DIFERENTES NO ESTILO E QUALIDADE DE VIDA…GRAMADO APOSTA DO TURISMO QUANTITATIVO OUTRA NO TURISMO QUALITATIVO,OU SEJA ,CULTURAL E DE NEGÓCIOS ATRAVÉS DE SEU INTERNACIONAL FESTIVAL DE INVERNO COM ORQUESTRAS SINFÔNICAS COM MAESTROS E MÚSICOS INTERNACIONAIS ,FESTIVAL LITERÁRIO E GASTRONÔMICO.ALÉM,DE SER UMA CIDADE COM MUITO GLAMOUR E UMA CADEIA HOTELEIRA A NÍVEL MUNDIAL POR FAZER TURISMO DE NEGÓCIOS.SEM CONTAR AS PERSONALIDADES ARTÍSTICAS QUE TEM CASA NA REGIÃO.ENFIM,GRAMADO É A ORLANDO TUPINIQUIM DA CLASSE MÉDIA QUE NÃO TEM GRANA PARA VIAJAR PARA MIAMI,ENQUANTO, CAMPOS DO JORDÃO É ÚNICA POR SEU CLIMA CONSIDERADO UNS DOS MELHORES DO MUNDO DEVIDO AOS SEUS 1800 METROS ACIMA DO MAR E NATUREZA VASTA E EXUBERANTE COM UM TERRITÓRIO QUE FAZ DIVISA COM MINAS GERAIS E SUAS CIDADES BUCÓLICAS .POR TUDO ISSO E MUITO MAIS ATRAI MORADORES MAGNATAS QUE CHEGAM DE HELICÓPTEROS EM SUAS CASA MILIONÁRIAS E DESFILAM COM SUAS POTENTES MÁQUINAS(REGIÃO QUE REUNI POR METRO QUADRADO O MAIOR NÚMERO MARCAS DE CARROS IMPORTADOS,SEM CONTAR AS FERRARI NOS ESTACIONAMENTOS EM FRENTE AO BAR BADEN BADEN E BADALANDO NOS CLUBES PRIVÊ(CLUBE AMAURY JUNIOR)E TEM SUAS RUAS CHEIAS ATÉ ALTAS HORAS DA MADRUGADA COM GENTE FAMOSA DESFILANDO A ÚLTIMA MODA DAS BOUTIQUES INTERNACIONAIS NUMA TEMPERATURA MUITAS VEZES ABAIXO DE ZERO GRAU…COM DIREITO A FOG LONDRINO…NO CAMPO DO TURISMO DE NEGÓCIOS O FAMOSO CENTRO DE CONVENÇÕES JOÃO DÓRIA E STANDS DE PRODUTOS IMPORTADOS,FEIRAS E CONGRESSOS NACIONAIS E MUNDIAIS. NOS ÚLTIMOS TEMPOS MORADA DE ESCRITORES FAMOSOS INTERNACIONAIS IN RESIDENCE NA THE WRITER HOUSE,A CASA DO ESCRITOR INSPIRADA NA FAMOSA THE HUB CITY PROJECT AMERICANA .PORTANTO,SÃO DIFERENÇAS QUE EM NENHUM LUGAR DO BRASIL SE PODE OBTER…ALÉM,DE RECEBER AS MULHERES LINDAS BRONZEADAS DO RIO DE JANEIRO,PATRICINHAS PAULISTANAS E AS CHARMOSAS MINEIRAS…TUDO AO SOM DE JAZZ,ROCK E MPB TOCADA EM QUASE TODOS OS BARES E PUBS E PIANOS BAR…ENFIM,NADA DE COMPARAÇÃO,POIS, CADA CIDADE TEM SEU PÚBLICO E SEU ESTILO DE VIDA …ESCOLHA O SEU E VISITE A QUE MELHOR LHE AGRADA …AMBAS SÃO BRASILEIRAS!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Tereza! Cada destino tem sua particularidade, não é mesmo? Seja bem-vinda! Abs

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o comentário da amigaTereza,realmente a estância é tudo de bom e sobre a The Writer House ,a casa do escritor é algo inovador em termos de Brasil e a escolha de Campos do Jordão para sediar este projeto inspirado num conceito igual americano não poderia ser diferente,pois,a região está localizada entre diversas cidades literárias como Taubaté ,a capital da literatura infantil e a cidade de Monteiro Lobato.Estive na Hub City ,e sei como esse projeto literário foi fundamental para a cidade Spartanburg, SC. Em maio de 1995, três escritores se conheceram em uma cafeteria com uma idéia para um livro, uma antologia sobre a experiência de viver em Spartanburg, SC. Desde então, o Writers Project Hub City já publicou mais de 65 títulos e 500 escritores, estabeleceu uma livraria independente, e desde a educação escrita criativa para milhares de pessoas.Parabéns para o Curador brasileiro da The Writer House ,a casa do escritor em Campos do Jordão

    ResponderExcluir
  4. Muito bom todos os comentários sobre a estância de Campos do Jordão, entretanto,a que mais gostei foi a dica para aqueles que gostam de cultura sobre a The Writer’s House ,a casa do escritor.Realmente é algo inovador em termos de Brasil e a escolha de Campos do Jordão para sediar este projeto inspirado num conceito igual americano e realmente a região está localizada entre diversas cidades literárias como Taubaté ,a capital da literatura infantil e a cidade de Monteiro Lobato.Também estive na Hub City -USA ,e pude ver o projeto literário da cidade Spartanburg, Carolina do Sul . Quando puder irei me inscrever no projeto brasileiro da The Writer’s House ,a casa do escritor em Campos do Jordão,e espero que me aceitem como escritora residente.

    ResponderExcluir

Participe do blog e deixe seu registro!