sexta-feira, 4 de maio de 2012

Regras básicas de etiqueta em alguns países


Você tem um bom comportamento nas mesas dos restaurantes, certo? Pelo menos presumo que sim. Mas quando você viaja para o exterior, tudo fica um pouco diferente. Há lugares que devemos saber algumas regras de etiqueta para evitar constrangimentos. No Japão, por exemplo, se você descansar os hashis (palitinhos japoneses) de maneira errada, o japonês da mesa ao lado poderá lembrar de um velório.






A seguir, as regras de etiqueta de alguns países irão salvá-lo de algumas situações embaraçosas, e podem ajudá-lo, até mesmo, a fazer amigos. Então, aqui estão 16 regras para você mantê-las em mente:

Na Tailândia, não coma com garfo:


Ao comer um prato com arroz, use o garfo só para empurrar os alimentos para a sua colher.
Itens que não fazem parte de uma refeição à base de arroz podem ser comidos com garfo. Exceções: alguns pratos do norte e nordeste da Tailândia são normalmente comidos com as mãos, quando o arroz é mais grudadinho. E a pior coisa a se fazer em uma tradicional refeição à base de arroz seria usar os hashis (palitinhos).

No Japão, nunca coloque os palitinhos retos:


Hashi: são os palitinhos das refeições. Cada membro da família japonesa costuma ter o seu.

Waribashi: são os palitinhos descartáveis, utilizados nos restaurantes.

Se quiser descansar seus palititinhos, utilize o hashiok (descanso próprio) ou coloque apenas a ponta deles na borda de alguma tigela pequena. Atenção: eles devem ser colocados juntos, na sua frente, paralela à borda da mesa. Nunca passe comida de um hashi para o outro e nunca pegue a comida espetando os hashis, pois durante os funerais no Japão, no momento da oração, os hashis são colocados em pé, espetados na vertical.

Outras dicas: 
- Para demonstrar que gostou da refeição, ao tomar uma sopa, faça barulho.
- Antes da refeição, limpe as mãos com aquela toalhinha que fica sobre a mesa, chamada de "oshibori".
- Não dê gorgetas. É considerado um insulto.

No Oriente Médio, Índia e partes da África, não comer com a mão esquerda:


Não toque no prato com a mão esquerda, enquanto estiver comendo. Ela é utilizada para a limpeza das partes íntimas, por isso é considerado um gesto sujo. Na verdade, nem mesmo documentos importantes devem ser repassados com a mão esquerda. 


Em uma festa tradicional na Geórgia, não se deve saborear o vinho antes do brinde:


Nas festas tradicionais, chamadas de supra, os
georgianos tomam o vinho somente após os brindes.
 

No México, nunca use talheres para comer tacos:

Os mexicanos acham que comer tacos com um garfo e faca é desnecessário e esnobe. É como comer um hambúrguer com talheres. Portanto, seja educado: coma com as mãos.


Na Itália, tome cappuccino somente antes do meio-dia:


Claro que não há nada demais se você não seguir essa regra, mas não custa nada adequarmos aos costumes do país que visitamos. Alguns italianos dizem que um cappuccino no final do dia pode revirar o estômago, outros que é um substituto de uma refeição (é comum ter apenas um cappuccino ou um cappuccino e um croissant, no café-da-manhã). De qualquer forma, você não verá italianos tomando a bebida às 15:00 hs, por exemplo, ou após o jantar. Se não quiser ser visto como um turista, peça um café expresso.


Uma situação delicada foi a que vivemos em Florença. Sentamos em um restaurante que já estava praticamente fechando. Seríamos os últimos e únicos clientes. O proprietário, muito simpático, disse que poderíamos sentar e que abriria uma exceção. Comemos uma lasanha divina e ao chegar a conta, ficamos em dúvida com relação a um item que constava. Perguntamos ao proprietário o que era e ele sentiu-se ofendido, achando que estávamos desconfiando dele. Os italianos são bravos e meio intolerantes. Seja paciente.

Na Inglaterra, cumprimente as pessoas somente com aperto de mão:


Apenas os íntimos cumprimentam-se com beijinhos. Falar alto demonstra grosseria. E, caso esteja de compromisso marcado com alguém, chege na hora certa, pois a pontualidade britânica é levada a sério. Por fim, não mantenha muito o olho-no-olho ao conversar com os britânicos, pois eles não gostam de encaradas.

Na França, não coma seu pão como aperitivo antes da refeição:


Em vez disso, coma o pão como acompanhamento de sua comida ou, no final, com queijo.

Somente após ouvir "bon apetit" é que os franceses dão início à refeição. 


Na China, não vire o peixe.

Uma vez que você terminou de comer um lado do peixe, não o vire. Esse costume é seguido principalmente no sul da China e em Hong Kong. Virar o peixe para baixo é como dizer que o barco do pescador vai virar e significa má sorte.
 

Na Itália, não peça parmesão para a sua pizza se o queijo não foi oferecido:

Colocar parmesão na pizza é visto como um pecado. Muitos pratos de massa na Itália não são acompanhados de parmesão. Em Roma, por exemplo, o queijo pecorino é tradicional, sendo finalizado em muitas massas clássicas. E como os italianos são menos tolerantes, se eles não oferecerem a você, melhor não pedir.


Não coma com as mãos no Chile, mesmo que seja batata frita.


Os chilenos são um pouco mais formais do que os demais sul-americanos. Assim, embora seja prático pegar as batatas fritas com as mãos, melhor não fazê-lo.
 

Na Coréia, se uma pessoa mais velha oferecer a você uma bebida, levante seu copo com as duas mãos para ser servido.

Fazer isso é um sinal de respeito pelos mais velhos, um importante aspecto da cultura coreana. Depois de receber o líquido com as duas mãos, você deve tomar goles discretos. Da mesma forma, não comece a comer até que o homem mais velho inicie, e não saia da mesa até que ele termine.


Na Rússia, nunca misture gelo ou recuse vodka:

A bebida é sempre tomada pura, nem mesmo com gelo. Exceção apenas para a cerveja, que pode ser misturada na vodka (drink chamado de "yorsh"). Há uma outra gafe que é ainda pior, quando alguém oferece a bebida e você recusa, pois o gesto da pessoa é sinal de confiança e amizade e, ao recusar, você enfretará uma situação bastante embaraçosa.
 

Ao beber café com os beduínos do Oriente Médio, agite o copo no final:

Normalmente, os beduínos continuarão servindo mais café, mesmo se você terminar de beber. Quando não quiser mais, agite o copo ao entregá-lo de volta, inclinando-o duas ou três vezes. 


Nos Estados Unidos, não dar gorgetas é sinal de egoísmo:

É costume as pessoas receberem gorgetas pelo trabalho.
Se não conhece muito bem uma pessoa, mantenha uma certa distância, e, ao falar com ela evite tocá-la muitas vezes.
 

E finalmente, para os estrangeiros, fiquem atentos a como se comportarem no Brasil:

Aqui, no Brasil,
arrotar após as refeições não é sinal de educação, como na Arábia Saudita. Palitar os dentes então, nem se fala. Isso é terrível! Vá ao banheiro e passe um fio-dental. Assoar nariz e cuspir na rua, como fazem os chineses, também não é nada elegante. 

Em uma churrascaria brasileira, são distribuídas uma ficha por cliente, com lado verde e vermelho. Caso não queira mais ser servido, vire a ficha de modo que o lado vermelho fique para cima. Se quiser mais carne, deixe o lado verde virado para cima.

Agora, é só partir para o destino escolhido. Lembrem-se: nós, brasileiros, somos um povo alegre, informal, extrovertido, hospitaleiro e sempre usamos o "jeitinho brasileiro", o que não significa que exista o jeitinho americano, britânico...cuidado, pois certos atos podem levar você a sérias encrencas (não com relação à etiqueta, mas em outras situações).

Essas regras são apenas comportamentos rotineiros e, claro, não seguí-las não o torna um criminoso. Apenas utilize o bom senso.

Boa viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!