terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Porto e seus encantos


Porto é a segunda maior cidade de Portugal. É tão atraente quanto a querida Lisboa, é famosa pela culinária do bacalhau e pelo vinho de mesmo nome, pelo lindo centro histórico e pela arquitetura às margens do rio Douro, sendo esses dois últimos Patrimônio Mundial.

Nossa passagem pela cidade durou dois dias. Hospedamos na casa da Lú, minha grande amiga desde a infância, que nos apresentou seus lugares preferidos. Alugamos um carro em Lisboa, passamos por Óbidos, Fátima e, finalmente, chegamos no Porto, distante 313 quilômetros da capital.


Margem do Douro, vista a partir de Gaia

Primeiramente conhecemos a linda Capela das Almas, localizada na movimentada rua comercial Santa Catarina. Datada do século XVIII, a fachada é revestida por belíssimos azulejos que retratam a vida de São Francisco de Assis e de Santa Catarina.


Capela das Almas
Outro lugar interessante é a Casa da Música, o principal espaço de concertos do Porto, que nos chamou atenção pela arquitetura moderna e paredes inclinadas. Com seus 38 mil metros quadrados e uma acústica fenomenal, a atração oferece visitas guiadas, consideradas verdadeiras "caixas de surpresa". O ponto alto são os hot spots, instalações que permitem fazer música.

Casa da Música


A centenária Livraria Lelo, uma das maias bonitas do mundo, é uma atração à parte que, infelizmente, não conhecemos. Sua fachada em estilo neo-gótico impressiona, além da escadaria vermelha em seu interior.

Foto do site: www.publico.pt

A primeira noite foi marcada por um inesquecível jantar no tradicional restaurante Taberna do Farrapo Velho, especializado em bacalhau. O cardápio oferece grande variedade de pratos deliciosos com o ingrediente principal mais desejado pelos brasileiros quando visitam Portugal. 

Não me lembro o nome do prato que pedi (primeira foto abaixo), mas estava divino, assim como os demais. Veio acompanhado de grãos de feijão, couve, batatas e uma espécie de farofinha bem crocante. Não parece, mas o bacalhau casou super bem com esses ingredientes.




Esticamos a noite na animada rua Cândido dos Reis, onde há bares em estilo pub. Entramos no interessante Twin's Baixa, onde experimentei a inesquecível vodca preta com seven up. Muito bom!! 

Digna de aplausos é a Igreja do Carmo, onde passamos em frente enquanto caminhávamos na volta. Em estilo rococó, esta igreja é uma das mais importantes da cidade. 

Igreja do Carmo

Se você não abre mão de degustar os vinhos do Porto, um programa muito indicado é a visita a uma das caves localizadas em Gaia, do outro lado do rio Douro. A ponte Luis I, projetada pelo sócio de Gustav Eiffel separa as duas cidades.

Ponte Luis I
Antes não poderíamos deixar de experimentar o prato típico Francesinha, considerado um dos 10 melhores sanduíches do mundo. Criado por um portuense após uma temporada na França, o prato foi inspirado no famoso "croque-monsieur".

Sentamos no restaurante Ar de Rio, localizado em uma espécie de container de vidro, às margens do Douro, o que proporciona uma linda vista para o Porto. O delicioso sanduíche é composto de linguiça, salsicha, presunto e carne, levado ao forno e finalizado com queijo e molho à base de tomate e cerveja. 

Francesinha
Para sobremesa pedimos um irresistível brownie com sorvete e calda de chocolate.


Logo após fizemos uma visita à Cave Sandeman para conhecer as dependências, saber um pouco sobre a produção e degustar vinhos do Porto. O tour foi conduzido por uma simpática funcionária que nos contou a história da tradicional marca fundada por britânicos, em Londres, no ano de 1790.

O ápice do tour é a galeria de imagens que representa os cenários belíssimos do vale do Douro, em alta definição e tamanho suficiente para querermos entrar nas telas. Sem deixar de considerar a tão esperada degustação. Excelente!

Cave Sandeman

Linda vista para o Porto, em frente à Cave Sandeman
Após nossa passagem por Gaia, conhecemos a bela praça General Humberto Delgado, onde se localiza a Câmara Municipal do Porto. Logo ali, na avenida dos Aliados, em frente à Praça da Liberdade, vale a pena passar na McDonald's e admirar a antiga fachada do seu edifício de 1930. Chamada de McDonald's Imperial, é considerada o restaurante mais bonito do mundo da rede de "fast food".

Praça General Humberto Delgado, ligada à Praça da Liberdade

Fachada da McDonald's, local onde funcionava o Café Imperial

O fim da tarde foi marcado por um café no clássico Majestic, que retrata o Porto da "Belle Époque". Aberto em 1921, inicialmente com o nome de Elite, uma de suas especialidades é a rabanada envolta com creme de ovos e frutas secas. Se você tiver mais tempo na cidade, reserve uma mesa para o chá das 5.


Café Majestic
Finalizamos nossa estadia no Porto com uma caminhada pela Foz do Douro, onde o rio de mesmo nome encontra com o mar, formando uma paisagem espetacular. É uma região sempre movimentada e repleta de bons restaurantes. 

É...Porto deixou saudades. Saudades do melhor bacalhau, dos vinhos apaixonantes, dos lindos cenários.

Fim de tarde na Foz do Douro
Até a próxima!

B.Jus

Um comentário:

  1. Que delícia! Morro de vontade de conhecer Porto! Bjs, Amanda
    www.amandaqui.com

    ResponderExcluir

Participe do blog e deixe seu registro!