domingo, 12 de junho de 2016

Bahia - A cidade de Paulo Afonso e o Velho Chico

Olá!! Hoje contaremos para vocês nossa experiência no interior baiano, mais precisamente na cidade de Paulo Afonso e sua região banhada pelo Velho Chico, apelido carinhoso dado ao rio São Francisco.

O motivo da nossa viagem foi o casamento de um primo e, assim, uma boa oportunidade para conhecermos esse pedacinho de Bahia. Para chegarmos até lá pegamos um voo direto da Azul, partindo de Salvador, com duração de 1 hora e 20 minutos.

Conhecida como Terra da Energia por possuir grande volume de água doce, a região está localizada no norte da Bahia, na divisa com o estado do Alagoas. Hospedamos no hotel San Marino, no centro da cidade. Nossa acomodação ficava no prédio anexo ao hotel, com instalações mais novas e aparência de flat. A piscina e o restaurante onde o café da manhã era servido ficavam em outro prédio, bem como a recepção. Mas sem problemas, basta atravessar a rua.

Quarto do hotel San Marino

Cobertura do hotel
Como em toda chegada de viagem a fome aperta, resolvemos sair pela redondeza e, por acaso, encontramos a padaria Boa Massa. Gostamos bastante e marcamos presença em todos os lanchinhos do dia. Salgadinhos e afins no sistema self-service, pizzas, sanduíches e tudo que uma boa padaria possa oferecer, além de doces artesanais como goiabada cascão e fondant de doce de leite faziam parte das delícias.




No dia seguinte, tiramos um bom tempo para conhecermos o Complexo Hidrelétrico da Chesf, um dos maiores do Brasil, onde podemos ver de perto o processo de geração de energia do Rio São Francisco. Para seu funcionamento foi necessária a construção de grandes barragens que formam imensos lagos, gerando, assim, as usinas PA I,II,III e IV e Apolônio Sales.

A entrada é gratuita, mas deve ser acompanhada por um guia turístico ou funcionário da empresa. Pontes, quedas d'água, o verde da vegetação e o colorido de muitas flores fazem parte desse passeio imperdível. Começamos em um mirante onde avistamos grande volume de água e paredões de rochas que encontram com o rio São Francisco. Depois avistamos a ponte onde foi gravada uma das cenas da novela Senhora do Destino.

Queda'água


Ponte onde foi gravada uma das cenas da novela Senhora do Destino com a personagem Nazaré de Renata Sorrah

Um dos belos lagos
De lá, fomos até a usina PA IV, onde está localizada a interessante caverna, considerada uma das maiores do mundo. Com 210 metros de extensão, 24 metros de largura e 55 metros de altura, a caverna dá acesso aos geradores de energia. Logo em frente à entrada podemos avistar as comportas, que estavam fechadas, e ao fundo uma ponte sobre as águas.

Uma das maiores cavernas do mundo

Ao final da caverna podemos ver os geradores da hidrelétrica

Comportas fechadas

Uma das lindas paisagens que podemos apreciar durante o passeio

Na próxima parada avistamos a cachoeira de Paulo Afonso, visitada por D. Pedro II, conforme o registro abaixo e "Angiquinho", a primeira usina construída em 1913, localizada no município alagoano de Delmiro Gouveia.

Registro da visita de Dom Pedro II à cachoeira

Belíssima vista para a cachoeira de Paulo Afonso

Margem alagoana: Vista para Angiquinho e a antiga casa de máquinas encravada na rocha
No mirante de onde apreciamos toda essa beleza, há um paredão de pedras com uma poesia de Castro Alves e uma lojinha de artesanatos.

Poema de Castro Alves no paredão de pedras.

Loja de artesanatos
Há muitas outras atrações interessantes na região, como o passeio de catamarã até o cânion do rio São Francisco, com duração de aproximadamente 3 horas. É um programa imperdível, mas não tivemos tempo de fazer. Para maiores informações, acesse o site oficial da prefeitura.

Após nossa visita à Chesf, passamos por alguns pontos da cidade. Um deles foi a escultura O Touro e a Sucuri, na qual o touro representa a força natural dos rios e a sucuri representa a ciência, o conhecimento do homem. Significa que o rio é domado pela ciência, pela engenharia.

O Touro e a Sucuri
Outro ponto foi o Parque Belvedere, conhecido também como Jardim dos Namorados, um dos locais preferidos dos pauloafonsinos.

Parque Belvedere
Passamos também em frente à Igreja de São Francisco de Assis, decorada com pedras das escavações da hidrelétrica de Paulo Afonso, dando um toque rústico e aconchegante.

Igreja de São Francisco
Almoçamos no restaurante Gato Risonho, que serve uma das especialidades da região: carne de bode. Nada a reclamar do atendimento, mas o problema foi na demora na elaboração dos pratos. Esperamos por 1 hora e meia! Pedimos dois pratos: surubim ao molho de camarões e picanha. O primeiro estava saboroso, mas a textura da carne não agradou.

Surubim ao molho de camarões do restaurante Gato Risonho

Picanha com acompanhamentos
Depois do almoço descasamos na piscina do hotel até o pôr do sol.

Fim de tarde em Paulo Afonso
No dia seguinte, antes de partirmo para Salvador, almoçamos no restaurante Velho Chico, o mais tradicional da cidade, onde são servidos pratos muito gostosos, como a tilápia com molho de camarões.

A tilápia da região é bem diferente da congelada que consumimos aqui no sudeste. O peixe é suculento, branquinho, macio e saboroso.


Ficamos por aqui, com mais uma postagem sobre a Bahia e seus encantos!

Um cheiro e até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!