sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Vila Galé Marés - Guarajuba/BA


Olá! Hoje falarei sobre minha experiência no resort Vila Galé Marés, situado a 40 km do aeroporto de Salvador, a caminho da Costa do Sauípe.

Meu tempo de permanência por lá foi de 6 dias. Entre comes e bebes à vontade e uma programação a cada dia, o período foi suficiente para engordar um pouquinho, como em qualquer viagem, descansar e aproveitar bastante o que o hotel oferece!

CHEGADA

Chegamos ao aeroporto de Salvador e fomos direto para o balcão da locadora de veículos Avis. O carro já estava reservado, e lá fomos nós, em direção ao resort. Ao deixar o aeroporto, siga as placas para a Linha Verde, Estrada do Coco, Aracajú ou Praia do Forte. Passamos por um pedágio no caminho. A estrada é boa e logo chegamos ao destino.

Quando estiver quase chegando, atente-se para a entrada de Guarajuba, à direita. Na verdade, Guarajuba não é município e sim o nome da praia. O local, onde se situam condomínios, estabelecimentos comercias e o próprio resort, é como se fosse uma vila e faz parte de Camaçari. Por isso, não consegui encontrar o destino no GPS.

Primeiramente, passamos por 3 catracas de condomínio, sendo a última a única onde paramos para dar informações sobre a reserva. O estacionamento do resort é de fácil acesso à entrada principal. Ao chegarmos no hall para fazer o check-in, o sol já nos esperava!


Check-in realizado. Hora de levar as bagagens para o quarto. Mais um pouco de espera até a chegada do bagageiro e seu carrinho para nos levar até lá. Nada de ir caminhando com as malas na mão....o hotel é extenso.


Apartamentos

Bangalôs
O mar da região é lindo e agitado. Pela manhã, com a maré mais baixa, os banhos eram possíveis. À tarde, a bandeirinha vermelha (mar perigoso) era erguida pelos salva-vidas, presentes a todo tempo.


Espreguiçadeiras à beira-mar


Se você gosta de ser servido na praia, esqueça. Não há serviço de garçons. O que há disponível é um quiosque com chopeira, galão de água e copos. Para petiscos e demais bebidas o restaurante da piscina disponibiliza à vontade, mas você tem que buscar. Já se serviu? Então, agora curta uma praia só para você....


Deixe a piscina para o turno da tarde. Aproveite as atividades aquáticas, o bar molhado e mergulhe nas águas que preenchem uma área de 3000 m²!

Ao fundo, o restaurante da piscina Cravo e Canela


Horário de fechamento da piscina: 19 hs. Enquanto a hora não chega, o bar molhado é o local mais frequentado. Mesas flutuantes servem de apoio para os copos.

Vamos ao que mais interessa para o hóspede. Comidas e bebidas! Nunca vi nada igual. É impressionante como as pessoas não têm limite e comem até  não poder mais. Eu não sou da filosofia "tô pagando". Bom senso é fundamental na hora de se servir. O desperdício de comida é muito grande. As pessoas não têm consciência, enchem o prato e não comem tudo. E qual é a graça de se empanturrar daquele jeito? Tá certo que quem escolhe um resort all inclusive quer comer e descansar, mas não exagere ao ponto de não aproveitar o que o hotel tem a oferecer.

O café-da-manhã era servido todos os dias no restaurante Tenda dos Milagres. Croissants, salsicha, pães de queijo, uma infinidade de pães, frutas, frios e iogurtes, balcões para omeletes e tapiocas e outras variedades faziam parte da primeira refeição do dia.


Durante todo o dia, até as 18:00 hs, com pausa para o almoço, o restaurante Cravo e Canela, em frente à piscina e ao lado da praia, servia uma variedade de petiscos no sistema de buffet.

O jantar era servido no restaurante Tenda dos Milagres e, a cada dia, o cardápio variava de acordo com temas: internacional, italiano, asiático, nordestino, entre outros. Não aconselho experimentar as massas. São sem graça...
Noite nordestina

Bobó de camarão

Noite asiática
Para o jantar, fora o Tenda dos Milagres, os restaurantes Cravo e Canela e Inevitável possuem sistema à la carte. A cada 3 diárias, o hóspede tem direito a uma reserva em um deles. O Cravo e Canela tem ótimo atendimento. Você escolhe entre comida baiana e portuguesa. Como o Tenda já tem a noite nordestina e o Vila Galé pertence a um grupo português, escolhemos comida portuguesa.

Cravo e Canela
Entrada: bolinhos de bacalhau
 
Risoto de tomates e bacanhau empanado

Reservamos uma noite no lindo e sofisticado Inevitável, de comida contemporânea. Não gostamos do atendimento. Como marcamos o jantar para as 22:00 hs, último horário, os funcionários tinham pressa  em servir e fechar a cozinha. Pedi um risoto de funghi sem gosto, como prato principal. Já o prato principal de peixe estava gostoso e a entrada também.


Entrada: vol al vent com recheio cremoso e um mix de cogumelos

Peixe grelhado com salada e batatas assadas

A cada noite uma apresentação diferente animava os hóspedes. Forró, percussão, circo, anos 70, samba, entre outros de acordo com o dia da semana. A melhor noite foi a de percussão. Não esperava tanto. No hall apontavam percussionistas que lembravam o Olodum. À frente dos músicos, três dançarinos comandaram a apresentação, um deles vestido de Michael Jackson. No palco, a atração durou quase duas horas com muita dança e música baiana.


Após as apresentações, hora da boate. Só fui um dia. Os hóspedes dormiam cedo e a noite não rendia.
Outra opção era o lobby, onde os mais variados e gostosos drinks eram servidos.

Boate

Lobby
Que tal um relax no spa? O Satsanga é o espaço de relaxamento e tratamento que está presente nas unidades do Vila Galé e oferece banhos turcos, sauna seca e molhada, piscina aquecida, jacuzzi, massagens e salão de beleza. Ambiente de muito bom gosto e requinte. Ao chegar, o hóspede recebe roupão, toalha e cadeado para guardar seus pertences. O serviço não está incluso na diária, mas o preço é justíssimo, R$ 30,00 (trinta reais) o dia para desfrutar do banho turco, sauna, piscina aquecida e jacuzzi. Os demais serviços são pagos à parte.




Entre os demais atrativos do Vila Galé estão o kids club, com ótima estrutura, a academia e suas quadras de tênis, tenda de massagem na praia, aluguel de bicicletas e centro náutico.

Kids Club

Academia e quadras de tênis
Tenda de massagem

Centro Náutico

Para finalizar, achei que os recepcionistas, bagageiros e garçons, exceto os do Cravo e Canela e alguns poucos da Tenda dos Milagres, deveriam ter sido mais bem humorados e prestativos. No spa, o atendimento foi bom. Quanto aos recreadores, nada a reclamar. Eram bem animados.

A comida para paladares mais exigentes não tem nada de especial. Acredito que um dos motivos da pouca autenticidade do sabor se dá pela grande quantidade produzida.

Fora esses detalhes, de um modo geral, gostei muito da viagem. O hotel é ideal para descansar e relaxar, além de possuir uma estrutura bacana. O sistema all inclusive compensa muito porque ao redor do resort não há opções. Não é como alguns hotéis onde você fica preso às refeições e não tem oportunidade de conhecer a gastronomia local.

Boa viagem e não exagere na dose do all inclusive, ok?

Até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!