sábado, 14 de janeiro de 2012

Acidente com navio de cruzeiro força retirada de mais de 4.000 na Itália

Cerca de 4.200 passageiros foram retirados às pressas de um transatlântico que navegava na costa da Itália na noite desta sexta-feira, depois que a embarcação encalhou e começou a afundar, segundo informações da imprensa italiana.

"Os passageiros não correm perigo, uma missão de resgate está em andamento", informou a Guarda Costeira italiana no porto Isola del Giglio, ao sul da Toscana, enquanto os passageiros eram retirados em botes salva-vidas do navio de cruzeiro Costa Concordia.

Segundo a agência de notícias France Presse, o navio teria encalhado em um banco de areia, o que causou a abertura de uma rachadura na estrutura, deixando a embarcação inclinada. Pouco depois, 4.231 passageiros foram levados à ilha de Giglio.  O arquipélago onde está situada a ilha fica a cerca de 80 km de distância de Roma. Segundo relatos da imprensa europeia, após o encalhe da embarcação pequenas barcos tentaram a ajudar no resgate dos passageiros e tripulantes. O prefeito de Giglio, Sergio Ortelli, disse que iniciou preparativos para receber as milhares de pessoas na ilha.

Leia a matéria completa em: http://www1.folha.uol.com.br/mundo





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog e deixe seu registro!